quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Feliz 2014!



2013,


Infinito...tenso, intenso, denso.
Sim, ele também se foi, enfim, finito.
De música e poesia, de sonho e encanto
de subtração e sufoco, céu e sombra...

Da vida da gente o que fica e o que vai
são as chegadas e despedidas,
Os novos tons, timbres e ensaios
são enormes, as sensações
e certezas do encontro.

O ano cheio de novidades, surpresas e sensações
suspiros, canções...
o que desafina são os ecos no escuro, distantes
do povo, da vida, do colorido e cabelo comprido,
solto entre todos os meios e auferidos
nas mãos de quem acolhe.

Nas sombras, na vida colhida e enternecida
e entre tudo colho e guardo por entre os dedos
as flores, distribuídas no passo do caminhar
são belas, cheias de sorriso, de vida, de liberdade
são flores de carinho, de canção, de eternidade.

2013, errante, descrente, vibrante
ficas na memória do que se foi
e do que se renova
e do que se reina
e do que se renasce...

porque na vida o que se tem
e o que brilha são os tons de alegria,
de esperança e fraternidade
os tons navegáveis no Reino e no
sopro de terna e eterna liberdade.

Feliz 2014!



Texto: Uilian Dalpiaz (PJ de Santa Catarina)
Imagem: Marcelo Magalhães 
(PJ de Santa Catarina)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!