Teias de Comunicação


“Então Jesus disse-lhes: Vão pelo mundo inteiro e anunciem a
Boa Notícia para toda a humanidade.”
(Mc 16, 15)
Por que pensar em comunicação?
“O jovem, como apóstolo de outros jovens, tem um poder de comunicação e de convencimento peculiar.”
(Doc. 85 da CNBB, n. 176)
A Pastoral da Juventude já atua na ação evangelizadora da juventude há mais de três décadas, sendo precursora de muitas ações pastorais desde o grupo de base, até grandes eventos nacionais, como encontros, assembleias e dias comemorativos, entre elas, o Dia Nacional da Juventude.
A tarefa de organizar, articular, acompanhar, formar e comunicar sempre foi, e ainda é, um grande desafio, tendo em vista as mudanças ante a pluralidade cultural existente no Brasil. A diversidade de cultura é, com certeza, um dos principais desafios, mas ao mesmo tempo enriquece o trabalho, trazendo experiências novas, diferentes, nunca vistas, e que pelo encanto da novidade, cativa, revigora, transforma e proporciona à juventude outro olhar da realidade.
As reflexões sobre a pós-modernidade, no olhar social e eclesial nos motivam e estimulam organizar novas ações ou aperfeiçoar as que já existem, adequando-as com a realidade presente nos lugares onde atuamos. Para a comunicação não é diferente. É essencial que tenhamos uma comunicação pensada de forma integral e, ao mesmo tempo, atual, estando aberta para possíveis e necessárias mudanças.
Com o intuito de aperfeiçoar a sua comunicação a Pastoral da Juventude criou o projeto “Teias da Comunicação”.
Sendo o Brasil um país de dimensões continentais, com peculiaridades únicas, percebemos que faltam ligações orgânicas entre as diversas experiências, instâncias e grupos da Pastoral da Juventude.
Analisando a realidade da ação da Pastoral da Juventude, podemos citar alguns elementos1 solicitados pelo episcopado brasileiro no Documento 85 para serem desenvolvidos pela área de comunicação. São eles: a necessidade de levar em conta a realidade social dos jovens, orientar a opção vocacional dos jovens, oferecer elementos para se converterem em fatores de transformação e proporcionar canais eficazes de participação ativa na Igreja e na sociedade para os jovens. Esses elementos, portanto, são considerados na elaboração da proposta da criação de uma Teia de Comunicação, isto é, de uma rede capaz de interagir com a juventude brasileira, adequada para abranger o ato de comunicar a ação da Pastoral da Juventude.
Entretanto, para acontecer a inserção na Igreja, é necessário:2
  • um verdadeiro processo de educação na fé, cujo fundamento deve ser Jesus Cristo;
  • a formação dos jovens para a ação sociopolítica e para as mudanças de estruturas, formando neles o senso crítico por meio de uma pedagogia que tenha presente as diferenças psicológicas;
  • o estímulo da capacidade criadora dos jovens, facilitando-lhes os meios em que ponham em prática o seu compromisso.
Onde queremos chegar
Favorecer a articulação e o fortalecimento da rede de comunicação interna e externa da Pastoral da Juventude de forma criativa, inovadora e democrática, potencializando sinergicamente a ação pastoral de evangelização de jovens.
Iniciativas
  1. Fortalecer a identidade da Pastoral da Juventude no meio eclesial, social e político.
  2. Articular e divulgar as ações da Pastoral da Juventude pelos meios de comunicação existentes.
  3. Favorecer a comunicação entre as diversas instâncias da Pastoral da Juventude no Brasil.
  4. Potencializar a criação de ferramentas inovadoras de comunicação.
Público de interesse
Optou-se por definir o público de interesse de acordo com a organização, distinguindo o público primário e secundário tendo em vista a demanda existente diante dos cenários social e eclesial atuais.
Público primário
  • Juventude organizada nos grupos de base das comunidades eclesiais.
  • Adolescentes e jovens participantes das comunidades eclesiais, porém sem participação em grupos específicos. Principalmente os que estão no processo da catequese crismal.
  • Adolescentes e jovens participantes das comunidades eclesiais de base, mas que não participam de grupos de jovens.
  • Lideranças e assessorias das organizações juvenis das comunidades eclesiais.  
Público secundário
  • Clero e laicato da Igreja do Brasil de um modo geral.
  • Organizações juvenis das comunidades eclesiais de base, sem identidade definida.
  • Organizações e grupos que trabalham com juventude no meio eclesial e social.
Metodologia
Para alcançar o objetivo, propomos uma metodologia com foco na comunicação estratégica, visando à concretização eficaz das iniciativas e suas ações do projeto “Teias da Comunicação”, levando em consideração a reflexão de Utsunomiya que diz que
[...] a comunicação de uma instituição refere-se ao relacionamento com outras entidades ou outros indivíduos. [...] comunicações são de via dupla – processo dialógico – e, por meio desses processos comunicacionais, há mudanças de comportamento das duas partes envolvidas.3
Necessitamos estar atentos para que, quando falamos de comunicação estratégica, compreender que, para se ter uma ação desse nível, é necessário levar em consideração dois aspectos:4
  • Reforçar a proposta do objetivo geral, trazendo os objetivos específicos para a indicação das estratégias, fazendo com que possamos alinhar e organizar as ações sem perder de vista o horizonte a ser alcançado e o caminho a ser trilhado, levando em consideração o chão que estamos pisando e a missão da Pastoral da Juventude na evangelização juvenil no Brasil.
  • Considerar a perspectiva dos públicos definidos e dos envolvidos no processo de decisões. É nesse aspecto que a comunicação pode operar como processo norteador e intermediário do ambiente interno e externo.
Perpassando os dois aspectos, existem alguns elementos que necessitam de atenção:
  • tratamento do processo da comunicação;
  • inserção da comunicação na cadeia de decisões;
  • gestão dos relacionamentos;
  • uso sistemático do planejamento;
  • monitoramento do processo.
Com os aspectos e elementos claros poderemos, estrategicamente, organizar a ação da comunicação, fazendo com que a identidade seja fortalecida e articulada, para que a missão seja potencializada, por meio de uma ação pastoral afetiva e efetiva, respaldando a organização de forma que seja cada vez mais favorecida e atualizada pelo processo.
Ações propostas
1.     Fortalecer a identidade da Pastoral da Juventude no meio eclesial, social e político:
  • Comunicação dos valores da Pastoral da Juventude.
  • Foco na visibilidade: reforçando a identidade da Pastoral da Juventude nos mais diversos espaços onde está inserida, de forma periódica, qualificada e direcionada.
  • Elaboração de um Manual de Identidade Visual (MIV) da Pastoral da Juventude (em âmbito nacional para a utilização em todas as instâncias organizativas).
  • Fortalecimento e intensificação do marketing pastoral.
  • Mapeamento e cadastramento dos grupos de base:
  • Contatos e outras informações do grupo.
  • Ferramenta de cadastro no site e contato por meio de e-mail (diocese).
  • Envio de e-mails periódicos.
  • Utilização com periodicidade e de forma direcionada das redes sociais.
  • Efetivação do contato e parceria com outras organizações e movimentos sociais. 
2.     Articular e divulgar as ações pelos dos meios de comunicação existentes:
  • Visibilidade das ações da Pastoral da Juventude intra e extra eclesialmente.
  • Atualização do site da Pastoral da Juventude.
  • Divulgação das atividades e ideias da Pastoral da Juventude nos diversos meios de comunicação social por meio de Assessoria de Imprensa.
  • Publicação de informativos periódicos. 
3.     Favorecer a comunicação entre as diversas instâncias da Pastoral da Juventude no Brasil:
  • Fortalecimento de laços entre as diversas experiências, instâncias e grupos da Pastoral da Juventude no Brasil.
  • Troca e intercâmbio entre as realidades juvenis.
  • Catalogação dos dados dos grupos de base, coordenações e assessorias da Pastoral da Juventude no Brasil.
  • Criação e disponibilização de um banco de dados com livros, subsídios, textos, dinâmicas.
  • Criação de material formativo específico de ações vinculado ao projeto de comunicação.
  • Realização de reuniões periódicas com a equipe do projeto e acompanhamento do processo dos grupos de trabalho.
  • Mapeamento das ações do projeto “Teias da Comunicação” e contínua avaliação.   
4.     Potencializar a criação de ferramentas inovadoras de comunicação:
  • Identificação e catalogação de materiais produzidos nos diversos níveis em lugares específicos que sejam de interesse coletivo (como subsídios teóricos, produções teatrais e musicais, dinâmicas de grupo, textos diversos etc.
  • Democratização do acesso dos subsídios produzidos pela Pastoral da Juventude nas suas diversas instâncias por meio de biblioteca virtual.
  • Estímulo para os grupos de base, paróquias, dioceses e regionais a criarem redes de comunicação local para divulgar suas atividades específicas e o projeto da Pastoral da Juventude local pela comunicação alternativa: jornais murais, grupos de teatro, programas alternativos de rádio, sites, blogs e redes sociais.
  • Utilização do meio audiovisual como ferramenta de divulgação em massa para informação e formação por meio de sitesblogs, eventos:
  • Temas a serem abordados no viés informativo e formativo.
  • Utilização de meios de comunicação para a formação (Ensino a Distância (EaD), fóruns etc.).
Identidade visual
A proposta do logotipo do Projeto “Teias da Comunicação” é transmitir a mensagem de que a Pastoral da Juventude está inserida na rede de comunicação presente na sociedade atual e, como teia, está interligada em todo o país, buscando a interação constante com o público.
As linhas na cor vermelha formam o mapa do Brasil, a mesma das palavras Pastoral da Juventude, representando que a mesma está organizada por todo o Brasil.
As linhas coloridas representam a pluralidade da juventude e dos grupos de base que se entrelaçam formando uma grande teia, fazendo com que os jovens estejam sempre integrados com a Pastoral da Juventude e com sua ação pastoral.
1 CNBB, 2007, n. 302.
2 Idem, n. 303
3 KUNSCH, 2007.
4 OLIVEIRA, Ivone. 2007.

Fonte: PJ Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!