quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

A importância de Amar

Apesar do semblante cansado e por vezes apreensivo por causa dos desafios, das tribulações inerentes à caminhada pastoral, dos descontentamentos, das dificuldades de relacionamentos, dos projetos de vida... é admirável ver na juventude a vontade de fazer o melhor para Deus.

Não podemos esquecer que somos um Corpo, e precisamos estar cada vez mais unidos para não desfalecermos diante das tribulações. Um corpo possui articulações que precisam se exercitar, pois parado pode atrofiar. Faz-se necessário muito execício para ficar com corpo são, sarado. 

Como um atleta que se prepara para ser um vencedor, é preciso uma série de coisas: ter objetivo, foco, disciplina, treinamento, tempo, constância, ... e o mais importante: tem que amar o que faz. E Amar é uma decisão. Para completar a corrida, combatendo o bom combate, guardando a fé, precisaremos de tudo isso que um atleta necessita, principalmente amar.

Assim como na academia quando começamos a nos exercitar, e ficamos doloridos no início, aprender a amar é um exercício difícil, causa dor. Com a prática dos exercícios, o músculo tende a crescer, fortalecer, assim somos nós, quando praticamos a renúncia, a humildade, a paciência, a tolerância, a mansidão, a constância, a compaixão, a bondade, a esperança e a fé, estamos aprendendo a amar, crescemos no amor.

Amar é um exercício que deve ser constante, "estaremos sempre mudando de série", passando por outras dores, pois passar pra outra série dói, mas isso vai nos faz crescer. 

"Amemo-nos uns aos outros. Pois o amor vem de deus. E todo aquele que ama. Nasceu de Deus e chega ao conhecimento de Deus, pois quem ama conhece a Deus".
Coragem! Tende bom ânimo, tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus.



Thiago França (Assessor Leigo da PJ Rio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!