sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Oficinas


O DNJ é um marco na vida dos participantes, pois reafirma o pertencer do jovem à Igreja e à sociedade, além de defender uma vida digna e plena em todas as instâncias para a juventude. A novidade desse ano no DNJ são as oficinas que serão realizadas, com o intuito de formar e informar, de forma prática, a juventude na realização de diversas atividades pastorais ou cotidianas, tendo sempre como referência a pessoa e a mensagem de Jesus Cristo. Os temas das oficinas são: afetividade e sexualidade; mercado de trabalho; músicos; ditadura da moda e beleza; e direitos humanos: violência contra a mulher.

Sob a oficina de Afetividade e Sexualidade a coordenação está com o setor pré-matrimonial da pastoral familiar que abordará o nosso corpo como templo do Espírito Santo (I Cor 6, 19), a vivência da santidade nas nossas afetividades, o respeito mútuo em uma relação, além de ressaltar que a sexualidade não é uma parte isolada do ser humano, ela abrange o psíquico, corpóreo, afetivo e espiritual.Quando se pensa em sexualidade, lembra-se do homem na sua integridade. Com o tema mercado de trabalho o Movimento Focolares traz a inclusão do jovem na sociedade por meio do primeiro emprego, oferta de vagas e formas de se candidatar. A oficina para músicos será ministrada pela comunidade aliança de misericórdia para todos os nosso músicos católicos e interessados no assunto mostrando o serviço através do canto. Ditadura da moda e beleza é o tema trazido pela Comunidade Shalom, essa "cultura de beleza", que hoje domina o mundo e que se estabeleceu na sociedade com o objetivo de consumo de produtos e de serviços voltados para a beleza. É uma verdadeira ditadura. Muitos jovens sofrem porque não têm aquele corpinho de "top model" ou porque não têm "aquela" musculatura especial... A mídia colocou na cabeça, especialmente das mulheres, que o "mais importante" é ser bonita de corpo, esbelta, magra, segundo os "padrões de beleza" dos que ditam a moda para os outros. E o último tema Direitos humanos: violência contra a mulher a ser conduzido pela Pastoral da Juventude em defesa da mulher e de seus direitos, tem por objetivo informar sobre o tema e servir de auxilio, para mulheres que possam ser vitimas de violência e para todas as pessoas que queiram atuar no enfrentamento à violência contra a mulher.

Por Juliana Fernandes e Isadora Baptista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!