domingo, 30 de outubro de 2011

Oficina “Afetividade e Sexualidade” no DNJ

A oficina de Afetividade e Sexualidade conduzida pelos representantes da Comissão Arquidiocesana de Pastoral Familiar, Ronaldo e Tatiana Melo, reuniu um grande número de jovens e abordou abertamente assuntos como namoro, afetividade, sexo, valor da mulher e fraternidade.

Foi debatido entre perguntas e respostas o significado do namoro santo que consiste em envolver-se de amor até o casamento e após, a questão da caminhada vocacional. Diferente da visão mundana de que namoro é simplesmente uma "parceria sexual fixa", nós cristãos devemos ir contra a maré e praticar o real significado de afetividade que é o mais profundo sentimento humano sendo uma relação a dois, há nível de águas mais profundas, pois o namoro foi feito para refletir antecipadamente a maratona do sacramento do Matrimônio recebendo o sexo como um lindo presente e símbolo para selar a união entre os amados.

Lembrando que a mulher é a princesa da relação, quem ensina o homem a amar sendo ele o cuidador desta união, remete-se ao tema do DNJ 2011, "Tecendo relações de vida", que em dias atuais onde famílias estão tão deturpadas é necessário viver fraternamente com todos, até mesmo àqueles que já viveram promiscuamente, pois o amor de Cristo consiste na beleza da chance de se recompor a cada dia.

— Pra gente é uma grande alegria poder trabalhar com a juventude e falar de castidade trazendo essa realidade para os jovens que estão aqui mostrando a importância da integridade jovem, disse Ronaldo Melo.

— Os dias em que nós brigávamos eu simplesmente deixava de regar a flor da minha vida, afirmou o casal durante o momento de partilha sobre a caminhada matrimonial.

Verônica Freire

*Fotos: COMPJ


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!