quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Jovens Adoradores em vigília na Semana de Cristo Rei

Uma véspera de feriado louvando e adorando a Jesus Cristo. Essa foi a opção dos diversos jovens da Arquidiocese do Rio de Janeiro, que, na “Vigília dos Jovens Adoradores”, durante a noite do dia 14 e madrugada do dia 15 de novembro, intercederam pela Igreja, pelo Papa Bento XVI, pelos jovens do mundo inteiro e pela Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2013. O evento fez parte da programação da Semana de Cristo Rei, que acontece desde o último dia 13, no Santuário Nacional de Adoração Perpétua, na Igreja de Sant´Ana, no Centro.

A Missa de abertura foi presidida pelo Diretor Geral e Professor da Faculdade Dehoniana, Padre Joãozinho, e concelebrada pelo Vigário Episcopal Urbano e Pároco da Igreja de Sant’Ana, Padre José Laudares, pelo Assessor do Setor Juventude da Arquidiocese do Rio de Janeiro e Coordenador da Vigília dos Jovens Adoradores, Padre Renato Martins, e pelo representante do Caminho Catecumenal, Frei Mário. Durante a celebração, a Irmã Kelly Patrícia animou os fiéis.

Padre Joãozinho estava feliz em poder participar da Semana de Cristo Rei, e especialmente da Vigília dos Jovens Adoradores. Atencioso para com cada momento da liturgia e bem à vontade com o povo, durante a homilia o Sacerdote cantou algumas músicas e animou a juventude para que a caminhada até a JMJ 2013 dê muitos frutos.

— Convidaram-me para vir aqui plantar uma semente, uma pequena semente, um grão de mostarda. Precisa começar como semente para se tornar uma grande árvore; e acho que acertaram, porque essa é a minha missão de semeador. E espero que a terra seja boa, porque, com certeza, a semente é muito boa e o fruto virá, afirmou Padre Joãozinho.

Para Irmã Kelly Patrícia, a Semana de Cristo Rei é um momento de finalização do tempo comum, que faz as pessoas refletirem sobre como viveram esse ano litúrgico e se estariam preparadas para um encontro com Deus.

— Sem dúvida, é uma grande inspiração que a Arquidiocese do Rio teve para realizar essa Festa de Cristo Rei com tanta intensidade e com essa consciência de ter Nosso Senhor como o Rei do universo. É importante progredir e ter Jesus Cristo como rei da nossa vida, entronizá-lo e deixar que ele reine, que ele tome conta, que ele seja o Senhor, disse a religiosa.

Em sua 1ª edição, a “Vigília dos Jovens Adoradores” será realizada toda segunda sexta-feira de cada mês até a Jornada Mundial da Juventude de 2013. A condução do evento sempre será dividida entre as pastorais, comunidades e movimentos jovens da Arquidiocese do Rio de Janeiro – acompanhados de um sacerdote – valorizando a diversidade eclesial e o carisma de cada expressão de juventude.

— Hoje, estamos aqui reunidos, na Igreja de Sant’Ana, celebrando a nossa primeira vigília pela Jornada Mundial da Juventude. Foi algo que estava no meu coração. E, diante da necessidade de preparar um evento tão grandioso como a JMJ, a gente não pode pensar somente na parte estrutural, mas também na parte espiritual. Estava no meu coração esse desejo de preparar espiritualmente nossa juventude e dar o suporte de oração, que é necessário para aqueles que estão à frente preparando a Jornada. (...) A partir de hoje, nós iniciamos esta série de vigílias para movimentar a juventude e, juntos, em oração, pedimos ao Senhor que abençoe a JMJ, explicou Padre Renato Martins.

Animados com a ideia do encontro ser realizado mensalmente, os jovens da Arquidiocese participaram durante toda a madrugada das atividades propostas pelo Neo-Catecumento, Juventude Mariana, Comunidade Shalom, Pastoral da Juventude e Missão Coração Adorador – pastorais, comunidades, movimentos e grupos – que conduziram a vigília.

— Fiquei muito feliz com a ideia da Vigília dos Jovens Adoradores começar na Semana de Cristo Rei, e acho a iniciativa da Arquidiocese do Rio muito importante para despertar nos jovens o desejo de estar mais próximos de Deus, em preparação para a JMJ Rio 2013. Muitos jovens ainda não entenderam a magnitude do que é este evento, que vai trazer muitas pessoas, em especial, a juventude para Deus, disse Erica Luz, da Paróquia Santa Teresa de Jesus.

— É sensacional receber a Vigília dos Jovens Adoradores aqui na Igreja, porque é uma porta que se abre para nós termos contato com outros grupos jovens e trocar algumas experiências. Nós estamos nos preparando cada vez mais para a Jornada Mundial da Juventude e esperamos que os jovens participem todos os meses da vigília. Nossa intenção é recebê-los cada vez melhor e sempre de braços abertos, afirmaram os animadores da juventude da Igreja de Sant’Ana, Rodolfo Gaeschlin e Lauriane Campos.

O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta — que estava em Florianópolis para a posse do ex-bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio, Dom Wilson Tadeu Jönck, na cidade — acompanhou a vigília durante toda a madrugada pela WebTV Redentor e, ao final, enviou uma mensagem para os jovens.

— Acompanho a vigília pela WebTV Redentor. A casa está cheia. E que Deus vos abençoe. Peço um compromisso dos jovens: que a vigília continue sendo realizada depois da Jornada Mundial da Juventude, disse Dom Orani.





Texto: Raphael Freire (PH)
Fotos: Victor Gonzalez

*Fonte: Portal Arquidiocese do Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!