terça-feira, 1 de novembro de 2011

DNJ 2011: Jovens Testemunhas do Amor de Deus


Com o tema “Tecendo Relações de Vida”, inspirado no Evangelho de João 4, 1-42 – que fala sobre Jesus e a Samaritana – o Dia Nacional da Juventude (DNJ 2011), em sua 26ª edição no Rio de Janeiro, trouxe para os jovens cariocas diversas novidades e uma motivação a mais para louvar, agradecer e testemunhar o amor de Deus.

Mais do que um momento para celebrar o Dia Nacional da Juventude, o DNJ 2011 se caracterizou como um evento litúrgico e social que reuniu jovens comprometidos a serem testemunhas do amor de Deus. Durante todo o dia os jovens puderam adorar a Jesus Sacramentado, que ficou exposto em uma capela que foi montada especialmente para o evento. Além disso, diversos sacerdotes da Arquidiocese do Rio se revezavam para confessar os jovens que buscavam o sacramento da reconciliação.

Com o intuito de formar e informar a juventude de forma prática na realização de diversas atividades pastorais ou cotidianas, tendo sempre como referência a pessoa e a mensagem de Jesus Cristo, também foram realizadas durante toda a tarde oficinas sobre afetividade e sexualidade (Setor Pré-Matrimonial da Arquidiocese do Rio de Janeiro); mercado de trabalho (Movimento dos Focolares); músicos (Comunidade Aliança de Misericórdia); ditadura da moda e beleza (Comunidade Shlamom); e direitos humanos: violência contra a mulher (Pastoral da Juventude).

Outro fator que contribuiu para a divulgação e participação dos jovens no DNJ 2011 foi a estrutura de comunicação organizada para o evento. Com a cobertura jornalística em tempo real de tudo o que estava acontecendo, a hasteg criada especialmente para o Dia Nacional da Juventude - #dnj2011 - ficou em primeiro lugar no Trending Topics do Twitter.

A cantora Olivia Ferreira, o comediante Fábio Borges, o Ministério de Música Aliança de Misericórdia e as equipes da ElectroCristo e CristotecaRJ fizeram parte das atrações que também animaram a juventude no DNJ 2011. A co-fundadora da Comunidade Shalom, Emmir Nogueira, era uma das atrações mais esperadas pelos jovens no evento. Ela inovou ao transmitir a mensagem do Evangelho para a juventude de forma objetiva, se utilizando de diversos ritmos musicais e criando uma interação com os jovens.

Leia na íntegra a entrevista exclusiva que Emmir Nogueira deu ao Portal da Arquidiocese do Rio de Janeiro:

Entrevista com Emmir Nogueira – Co-fundadora da Comunidade Shalom

Portal:
Em sua 26ª edição, o Dia Nacional da Juventude (DNJ) Rio tem como tema: “Tecendo relações de vida”, tendo como inspiração a passagem bíblica de João 4, 1-42, que fala sobre Jesus e a Samaritana. Qual é a importância de se trabalhar no meio da juventude esse tema?

Emmir: No mundo individualista em que a gente vive, com essa geração de jovens sendo puxada para todos os lados, há sempre o risco de que eles percam uma relação de vida profunda e verdadeira. E a passagem da Samaritana é fantástica, porque vai trazer um tema em que Jesus, muito preocupado com uma mulher que estava trabalhando, portanto, muito atarefada, consegue estabelecer uma verdadeira relação que muda a vida dessa mulher e de todo um povo.

Portal: O grande questionamento que o Setor Juventude faz aos jovens através do DNJ 2011 é: “Jovem, você tem sede do quê?”. Há tantos anos trabalhando diretamente com a juventude, qual é a sede dos jovens, na sua opinião?

Emmir: Em 1976 eu tive uma das reuniões mais importantes e marcantes da minha vida com os pais de alguns jovens que estavam muito inquietos porque a juventude estava começando a se engajar, segundo eles, demais na Igreja. E hoje, 35 anos depois, eu continuo dando a mesma resposta aos pais: o jovem tem sede de Deus e de um Deus vivido, de um Deus vivo. Deus que significa verdade, justiça, liberdade, amor, honestidade, abertura ao outro.

Portal: Como é poder participar de um evento nacional, que reúne todas as pastorais e movimentos ligados à juventude da Arquidiocese do Rio de Janeiro e, em especial, neste ano, que antecipa e prepara a juventude também para a próxima Jornada Mundial (JMJ)?

Emmir: De minha parte é uma honra e surpresa, pois não esperava. Uma velhinha de 60 anos... Não esperava realmente. É um mimo de Deus. Estar com os jovens revigora a vida da gente e dá um novo sentido. A expectativa, sinceramente, é que tenhamos, aqui na Jornada do Rio, mais que os 5 milhões de jovens que participaram em Manila nas Filipinas. Então é motivar as pessoas pelo twitter, facebook, até mesmo pelo “falecido” orkut, blogs, nas escolas, de todas as maneiras. Nós, da Shalom lá no Ceará, estamos liderando todo o movimento e nossa meta é trazer 30 mil pessoas, e servir o Rio de Janeiro no que precisar.

Portal: Com a Campanha da Fraternidade de 2013, que terá como tema "Fraternidade e Juventude", e com a próxima Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que será realizada no Rio de Janeiro, a Igreja a cada dia tem colocado os jovens como responsáveis por um mundo mais coerente, justo e fraterno, sempre sob a luz da pessoa e do Evangelho de Jesus Cristo. Qual a mensagem que a senhora deixa para os jovens brasileiros, nesse momento tão importante para a juventude.

Emmir: Primeiro: creia, segundo: faça crer e leve a mensagem, e terceiro (que deveria ser o primeiro): veja. Nós sabemos que o Senhor é o sentido da sua vida, é a felicidade que todo mundo procura, e que os jovens têm nas mãos todas as revoluções sociais dos últimos 50 anos; logo, os jovens têm nas mãos o poder de anunciar Jesus Cristo como pessoa viva e ressuscitada. Jovens, façam isso antes que seja tarde!


Raphael Freire para o Portal da Arquidiocese do Rio de Janeiro


*Fotos: COMPJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!