quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A PJ em tempos de JMJ

Vivendo esse tempo de desafios e compromissos com a vida da Juventude, nesta XI Assembleia Regional da Pastoral da Juventude (XI ARPJ) devemos voltar nosso olhar para aquilo que o Santo Padre nos pediu no lema desta ultima JMJ: “Enraizados em Cristo e firmes na fé!” (Col 2,7). Esta motivação vem ao encontro de uma experiência profunda com Cristo e através dela nos ofertar à juventude como assim também a “Eucaristia” é partilhada entre nós.

Se aproxima então a esperada JMJ-Rio de Janeiro e com o coração cheio de alegria vamos trilhando nossos caminhos para “Belém”, lugar da experiência do amor primeiro e que nos impulsiona para sair em missão. A JMJ é o maior evento de Juventude da nossa Igreja e por muitos visto como um evento turístico. Nossa MISSÃO enquanto PJoteiros e PJoteiras é mostrar que nossa experiência com Deus está enraizada e que os valores da vida e da dignidade do jovem são as nossas prioridades e nossa maior motivação para ir ao outro, pois no outro, no jovem, está a autentica face de Deus. “Se a Juventude viesse a faltar, o rosto de Deus iria mudar”, já nos diz a famosa música!

O tema da JMJ 2013 já foi escolhido e anunciado pelo Papa Bento XVI no dia 24 de agosto: “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19) e os dias da JMJ no Rio serão dentre 23 a 28 de julho de 2013. Este tema nos provoca a perceber o que temos como missão: fazer discípulos! Primeiro devemos ser discípulos....e depois, para nós, fazer discípulos é ser o reflexo do Cristo para os jovens, é testemunhar a alegria de ser de Deus, a alegria de ser PJ, a alegria de ser Igreja.

Nesta JMJ em 2013 a Igreja conta com a PJ e vê n’ela o protagonismo da evangelização dos jovens em nosso Estado. Assim nos coloquemos a disposição da Igreja, e dos nossos Bispos e Padres que nos acompanham, fazendo que nossa disponibilidade seja de um jovem Pejoteiro que tem como prioridades o serviço a Deus e ao Jovem na construção da Nova Civilização, a civilização do Amor.

Que a XI ARPJ, a caminho de Belém, sirva para nós como um fio condutor, para entendermos que nossa juventude precisa sim de um ardoroso encontro com Deus, através da fraternidade com a juventude do mundo inteiro, mas que fazendo dessa experiência uma real vivência comunitária. Coloquemos-nos a serviço do Cristo através do chamado que nossa Igreja nos faz para sermos os protagonistas desse projeto de evangelização que é a JMJ e fazer do nosso serviço a nossa bonita oferta para os jovens do mundo inteiro. Seja essa a nossa prazerosa missão.

Walmyr G. S. Junior
Tesoureiro da Pastoral da Juventude
Arquidiocese do Rio de Janeiro

* Fonte: www.pjleste1.blogspot.com

Um comentário:

  1. excelente, se já o admirava pela sua vida,o admiro ainda mais pelos seus escritos.
    és belo pois em ti resplandece o rosto de Deus.

    ResponderExcluir

Siga-nos!!!