domingo, 7 de agosto de 2011

O que é JMJ? Origem

A Jornada Mundial da Juventude foi criada pelo Papa João Paulo II em 1985, e é celebrada a cada dois ou três anos, numa cidade previamente escolhida, onde milhares de jovens católicos do mundo inteiro se reúnem, durante uma semana, para vivenciar e aprender sobre Fé e construir novas amizades entre continentes, povos e culturas. São realizadas em âmbito Diocesano e Mundial. Nos anos intermediários, os encontros diocesanos são celebrados simultaneamente, no Domingo de Ramos, em diferentes dioceses ao redor do mundo.



Durante as JMJ, acontecem eventos como catequeses, adorações, missas, momentos de oração, palestras, partilhas e shows. Tudo isso em diversas línguas. Apesar de ser proposta pela Igreja Católica, é um convite a todos os jovens do mundo. Para João Paulo II, "…a esperança de um mundo melhor está numa juventude sadia, com valores, responsável e, acima de tudo, voltada para Deus e para o próximo."


Em 1985, a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou o ano Internacional da Juventude. A Igreja Católica organizou um encontro no Domingo de Ramos, onde tiveram presentes na Praça São Pedro aproximadamente 350 mil jovens.
Durante a primeira JMJ, João Paulo II afirmou: “Toda a Igreja deve sentir-se cada vez mais comprometida em nível mundial, a favor da juventude, de suas ânsias e fadigas, de suas aberturas e esperanças, para corresponder às suas expectativas, comunicando a certeza que é Cristo". Nessa ocasião os jovens foram presenteados com a “Cruz do Ano Santo”, para que a levassem por todo o mundo, a todos os lugares e a todo tempo.


A cruz de madeira de 3,8 metros foi construída e colocada como símbolo da fé católica, perto do altar principal na Basílica de São Pedro durante o Ano Santo da Redenção (Semana Santa de 1983 à Semana Santa de 1984). No final daquele ano, depois de fechar a Porta Santa, o Papa João Paulo II deu essa cruz como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade. Quem a recebeu, em nome de toda a juventude foram os jovens do Centro Juvenil Internacional São Lourenço em Roma. Estas foram as palavras do Papa naquela ocasião: "Meus queridos jovens, na conclusão do Ano Santo, eu confio a vocês o sinal deste Ano Jubilar: a Cruz de Cristo! Carreguem-na pelo mundo como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade, e anunciem a todos que somente na morte e ressurreição de Cristo podemos encontrar a salvação e a redenção". Nascem assim as JMJ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!