domingo, 7 de agosto de 2011

Entenda o significado do logotipo da JMJ 2011



Salve querida galera jovem deste Brasil querido! Tudo em paz com vocês?

Engraçado, a gente dá uma piscadela e já é metade do ano. Que coisa o tempo, não é? Parece brincadeira, mas a ditadura do relógio parece mesmo incontornável. O melhor é mesmo fazer com que cada minuto valha a pena, assim não ficaremos com a sensação de um tempo que passa e pega a gente sempre de “calças curtas”.

E por falar em aproveitar bem o tempo, vamos conversar um pouco sobre a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que neste ano acontece em Madri, capital da Espanha. De acordo com as previsões meteorológicas, agosto, época da Jornada, será de muito calor em Madri. O calor humano, segundo previsões dos jovens que devem ir até Madri, também será grande.

Algo de bonito que acontece nas Jornadas é esta partilha de experiências entre os jovens dos mais diversos países. Todos estão buscando o Cristo e nesta busca, cada um tem algo a oferecer ao outro, criando o sentido mais profundo da comunhão em busca de um ideal comum.

E foi este calor, natural e humano, que inspirou a confecção do logotipo oficial da Jornada em Madri. O desenhista e jornalista José Gil-Nogués explica que os tons avermelhados do logotipo – as cores vermelha, laranja e amarela - são referência direta ao jeito “caliente” de ser dos espanhóis, e remete imediatamente as cores da bandeira nacional. Segundo os organizadores do evento, é esta energia, que vem primeiramente do Cristo, aquela que deve envolver os jovens de todos os continentes que estiverem em Madri nos dias da Jornada.

Mas além das cores, o logotipo oficial do evento é a expressão da união da Juventude, que de mãos dadas, sabem que conseguirão construir um mundo melhor, usando para isso a força do Cristo e as novas linguagens do cotidiano. De mãos dadas, os jovens expressam que estão "enraizados e fundados em Cristo, firmes na fé (Col 2,7)”.

A jornada mundial torna-se muito mais do que um momento de euforia, mas converte-se numa grande fonte de inspiração espiritual, na qual os jovens do mundo podem beber para reforçar seu compromisso de amor ao Cristo Jesus, o jovem libertador!

Mas há algo mais escondido no desenho. Os jovens, de mãos dadas, formam a letra M, que aqui é M de Maria e de Madri. E mais do que uma letra, a união dos jovens reproduz o desenho de uma coroa mariana, de modo específico a coroa de Nossa Senhora de Almudena, patrona de Madri.

A mensagem escondida no logotipo é uma catequese, uma oportunidade de evangelização: o caminho rápido e seguro para chegar a Cristo é a Virgem Maria, Mãe de Deus e dos homens. Os jovens têm, na fé de Maria, o exemplo e o modelo para chegar a Cristo e cumprir a finalidade prioritária da Jornada Mundial da Juventude: dar a conhecer ao mundo sua mensagem.

E é justamente a mensagem do Cristo, o amor ao próximo, que conduz toda a jornada. E dentro da perspectiva cristã, o que sinaliza o rumo da Jornada e conduz o olhar do jovem para um enraizamento profundo na fé é a Cruz do Cristo, ápice da coroa e sinal de vitória sobre as realidades da morte. Na cruz o jovem será fortalecido e nela seu compromisso com os mais necessitados adquire real valor. O futuro do jovem precisa passar pelo entrelaçamento com a cruz, sendo esta condição essencial para um futuro onde caibam os valores que dão sentido a vida! Por isso, a Cruz está no alto, acima da Coroa, chamando para Si a atenção não só dos jovens, mas de todos os que têm Boa Vontade.

Finalmente, o artista que idealizou o logotipo da Jornada 2011 faz questão de dizer da espontaneidade dos traços do logotipo. Com isso ele assinala uma das características mais determinantes do jovem do início do século XXI: somos uma juventude aberta, espontânea, afável, alegre, descontraída e, com tudo isso, uma juventude que tem desejo de um mundo onde possamos viver em paz conosco mesmos e com os outros. Esta é a grande mensagem do logotipo da Jornada de Madri: no calor humano, com Cristo e Maria, queremos expressar nossas formas de entender o mundo e deixar claro que, de um jeito próprio, somos conscientes de que os valores da vida dependem de nosso comportamento e crenças! Queremos de fato ser jovens enraizados no amor de Cristo!

Padre Evaldo César de Souza, missionário redentorista
*Fonte: Artigo publicado na Revista de Aparecida do mês de junho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos!!!